REGULAMENTO DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM RELAÇÕES INTERNACIONAIS

 

Regulamenta as atividades complementares de ensino, pesquisa e extensão indispensáveis à conclusão do curso de graduação em Relações Internacionais da Universidade Federal do Rio Grande – FURG

 

 

CAPÍTULO I

DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

 

Art. 1º – As atividades complementares da graduação em Relações Internacionais da Universidade Federal do Rio Grande – FURG são componentes curriculares obrigatórios, compreendendo eventos desenvolvidos no decorrer do curso, indispensáveis à sua conclusão e ao recebimento do grau de bacharel em Relações Internacionais.

 

Art. 2º – O objetivo geral das atividades complementares é propiciar o reconhecimento, por avaliação, de habilidades, conhecimentos e competências do aluno, inclusive adquiridas fora do ambiente escolar, incluindo a prática de estudos e atividades independentes, transversais, opcionais e interdisciplinares, especialmente nas relações com o mundo do trabalho e com as ações de extensão junto à comunidade.

 

Art. 3º – As atividades complementares consistem num conjunto de eventos de ensino, pesquisa e extensão, de interesse à formação geral, humanística e axiológica, e de interação entre teoria e prática.

 

Art. 4º – Para a obtenção de grau, o discente deverá integralizar a carga horária mínima de 300 horas/aulas distribuídas de acordo com o art. 12 deste Regulamento.

 

Art. 5º – Para viabilizar a obtenção dos créditos das atividades, o curso proporcionará, entre outros, a realização de eventos de extensão, trabalhos extraclasse em atividades teórico-práticas e estágios, mediante convênios com outras entidades ou instituições.

 

CAPÍTULO II

DA SUPERVISÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

 

Art. 6º – As atividades complementares da graduação em Relações Internacionais é elemento curricular implementado pela respectiva Supervisão.

Parágrafo Único – A Supervisão terá respaldo executivo na Secretaria Acadêmica do Curso.

 

Art. 7º – A Supervisão das Atividades Complementares da Graduação em Relações Internacionais (SACGRI) tem por atribuição geral promover, registrar, divulgar e apoiar a realização dos projetos de ensino, de pesquisa, de extensão e convênios que permitam aos discentes obterem os créditos necessários à complementação dos estudos de graduação, e avaliar as participações atribuindo os respectivos créditos.

 

Art. 8º – Ao Supervisor compete:

I – dar cumprimento ao presente regulamento, expedindo, se for o caso, editais, atos e orientações formais aos docentes, servidores e discentes sobre suas atividades;

II – propor a atualização deste Regulamento;

III – estabelecer e estimular a integração entre docentes e discentes com vista à organização e participação em atividades que atendam ao propósito das atividades complementares;

IV – manter atualizados os arquivos da Supervisão, em particular o registro das atividades cumpridas pelos discentes nos respectivos grupos e subgrupos;

V – manifestar-se, previamente, quando solicitado sobre possível validação ou aceitação de futura atividade específica a ser desenvolvida pelo aluno como atividade complementar;

VI – avaliar e atribuir as horas ao discente pelas atividades complementares realizadas, nos termos deste regulamento;

VII – auxiliar o discente na escolha de eventos que possam render-lhe créditos por serem coerentes com a progressão de seus estudos;

VIII – disponibilizar acesso do aluno ao controle da sua carga horária cumprida;

IX – supervisionar o registro, no sistema próprio da instituição, as atividades realizadas e a respectiva carga horária atribuída a cada uma, nos termos do presente Regulamento;

X – levar à Coordenação do Curso questões não previstas no presente Regulamento.

 

 CAPÍTULO III

DOS DISCENTES

 

Art. 9º – O discente matriculado no curso, desde o primeiro semestre, é responsável pelo planejamento que lhe permita realizar atividades complementares, de acordo com a progressão de seus estudos, acumulando créditos para integralização da carga mínima prevista neste Regulamento (art. 4º).

           

Art. 10 – O discente matriculado no oitavo semestre do curso, e assim considerado provável formando, deverá ter integralizado até o final do 4º bimestre letivo a carga horária mínima de atividades, como uma das condições para que lhe seja conferido o grau.

Parágrafo Único – o discente que não atingir a carga horária mínima, se mantiver matrícula no curso, conservará a carga horária acumulada para o semestre letivo seguinte.

           

Art. 11 – Ao discente, além de outros deveres que decorrem da própria atividade, incumbe:

I – respeitar e cumprir este Regulamento e demais normas correlatas;

II – comparecer às reuniões convocadas pela Supervisão, atendendo as solicitações e prestando esclarecimentos que se façam necessários;

III – organizar, podendo se valer do aconselhamento da Supervisão, o planejamento de sua participação nos eventos necessários à obtenção dos créditos das atividades complementares;

IV – requerer a validação de suas atividades, instruído com documentos hábeis e relatório descrevendo a pertinência do aprendizado obtido em relação às habilidades e competências preconizadas para o perfil do egresso.

 

CAPÍTULO IV

DOS EVENTOS E DA CARGA HORÁRIA

 

Art. 12 – As atividades realizadas pelo discente quando validadas, em conformidade com os limites dos respectivos grupos e subgrupos, como complementares, serão pontuadas, para efeito de cômputo da carga horária, inclusive da mínima, conforme as tabelas abaixo:

 

TABELA DE EVENTOS E DE CARGA HORÁRIA

GRUPOS

SUBGRUPOS

PONTUAÇÃO POR ATIVIDADES

CARGA MÁXIMA A SER ADMITIDA

GRUPO I – ATIVIDADES DE ENSINO

150 h/a

Subgrupo 1 – Estágio em instituição conveniada

Pontuação: até 50% da carga horária comprovada,                       respeitado o limite máximo de 30 horas mensais computadas

 

90 h/a

Subgrupo 2 – Atividade profissional (pública ou privada) com prática de atos que exijam conhecimentos correspondentes às habilidades e competências preconizadas pelo curso de graduação em Relações Internacionais para o perfil do egresso

Pontuação: até 50 % da carga horária comprovada, respeitado o limite máximo de 30 horas mensais computadas

 

 

 

90 h/a

Subgrupo 3 – Atividade simulada orientada por docente, envolvendo a representação da prática diplomática

Pontuação:

(1) até 4 horas por assistência

(2) até 30 horas por participação

 

90 h/a

Subgrupo 4 – Monitorias

Pontuação:

(1) Exercício integral de monitoria de disciplina semestral (45 h/a)

(2) Exercício parcial de monitoria (até 5 h/a por mês de exercício)

 

 

90 h/a

Subgrupo 5 – Atividade de bolsista vinculada a projeto de ensino

Pontuação:

(1) Exercício integral (até o fim) de atividade em projeto anual (90 h/a)

(2) Exercício integral (até o fim) de atividade em projeto semestral (45 h/a)

(3) Exercício parcial (interrompido) da atividade (até 5 h/a por mês de exercício)

 

 

 

90 h/a

GRUPO II – ATIVIDADES DE PESQUISA

150 h/a

Subgrupo 1 – Apresentação em congressos, seminários, simpósios, fóruns, mostras de produção científica e similares

Pontuação:

(1) individual (20 h/a)

(2) em grupo (10 h/a)

 

 

60 h/a

Subgrupo 2 – Pesquisa orientada por docente que resulte em relatório ou trabalho com no mínimo de 15 laudas

Pontuação: 15 h/a

 

30 h/a

Subgrupo 3 – Trabalho aceito e apresentado em evento científico

Pontuação: 15 h/a

60 h/a

Subgrupo 4 – Artigo (inclusive monografia) publicado em periódico indexado classificado como Qualis A, B1, B2 ou B3

Pontuação: 75 h/a

 

150 h/a

Subgrupo 5 – Artigo (inclusive monografia) publicado em periódico catalogado (ISSN)

Pontuação: 20 h/a

 

60 h/a

Subgrupo 6 – Artigo (inclusive monografia) publicado em periódico não catalogado

Pontuação: 5 h/a

20 h/a

Subgrupo 7 – Atividade de bolsista vinculado a projeto de pesquisa

Pontuação:

(1) Exercício integral (até o fim) de atividade em projeto anual (90 h/a)

(2) Exercício integral (até o fim) de atividade em projeto semestral (45 h/a)

(3) Exercício parcial (interrompido) da atividade (até 5 h/a por mês de exercício)

 

 

 

90 h/a

Subgrupo 8 – Participação em grupo de pesquisa liderado por docente oficializado junto à Instituição

Pontuação: até 50% da carga efetivamente desenvolvida junto ao grupo, respeitado o limite de 15 h/a mensais computadas por Grupo

 

 

60 h/a

 

GRUPO III – ATIVIDADES DE EXTENSÃO

150 h/a

Subgrupo 1 – Assistência a curso, workshop, palestras, conferências ou similares (presencial ou virtual) na área das Relações Internacionais

Pontuação: até 100% da carga horária do evento

 

90 h/a

Subgrupo 2 – Ministrante de curso, workshop, palestras, conferências ou similares na área das Relações Internacionais

Pontuação: 100% da carga horária declarada no relatório ou no certificado

 

90 h/a

Subgrupo 3 – Assistência a curso de idioma estrangeiro

Pontuação: até 50% da carga horária total comprovada

60 h/a

Subgrupo 4 – Assistência à sessão de vídeo ou videoconferência orientada por docente

Pontuação: 100% da carga efetiva declarada no relatório

 

15 h/a

Subgrupo 5 – Assistência à sessão de defesa de monografia, dissertação ou tese

Pontuação: 1 h/a por sessão

 

15 h/a

Subgrupo 6 – Organizador de curso, workshops, palestras, conferências ou similares

Pontuação: 50% da carga horária do evento

 

30 h/a

Subgrupo 7 – Atividade de bolsista vinculada a projeto de extensão

Pontuação:

(1) Exercício integral (até o fim) de atividade em projeto anual(90 h/a)

(2) Exercício integral (até o fim) de atividade em projeto semestral (45 h/a)

(3) Exercício integral de atividade em projeto com duração inferior a um semestre (carga horária efetivamente desenvolvida) limitada a 30 h/a por projeto

(4) Exercício parcial (interrompido) da atividade (até 5 h/a por mês de exercício)

 

 

 

 

 

90 h/a

GRUPO IV – ATIVIDADES ESPECIAIS

150 h/a

Subgrupo 1 – Disciplina cursada além das obrigatórias do curso

Pontuação:

(1) Disciplina em área ligada às Relações Internacionais

(2) outras (50% da carga real)

 

 

120 h/a

Subgrupo 2 – Representação estudantil em órgão universitário (Conselho, Colegiado, Comitês, etc.)

Pontuação: até 20 h/a por ano de representação

 

60 h/a

Subgrupo 3 – Exercício de cargo efetivo em órgão estudantil (DCE e DA)

Pontuação: 20 h/a por mandato cumprido

20 h/a

Subgrupo 4 – Participação em assembleia de órgão estudantil

Pontuação: 2 h/a por presença certificada

10 h/a

Subgrupo 5 – Bolsa de trabalho ou estágio em atividade administrativa na FURG

Pontuação:

(1) Exercício integral (até o fim) de atividade em projeto anual (90 h/a)

(2) Exercício integral (até o fim) de atividade em projeto semestral (45 h/a)

(3) Exercício parcial (interrompido) de atividade (até 5 h/a por mês de exercício)

 

 

 

 

90 h/a

Subgrupo 6 – Participação em qualquer evento público organizado pela FURG ou com participação da FURG, como vestibular, Feira do Livro e exposições

Pontuação: carga efetivamente desenvolvida, respeitado o limite máximo de 5 h/a diárias

 

 

30 h/a

Subgrupo 7 – Participação, com a devida nomeação, ou por convocação especial, em Comissão da FURG

Pontuação:

(1) Comissão sindicante (10 h/a)

(2) outras (5 h/a)

 

 

20 h/a

Subgrupo 8 – Outras atividades complementares pertinentes à formação do estudante, até aqui não listadas

Pontuação: a critério da Supervisão das Atividades Complementares

 

60 h/a

 

Art. 13 – Todas as atividades que consistam na entrega de documentos e informações, bem como editais e demais informações relacionadas às atividades complementares serão centralizadas em plataforma de informática única, vinculada à Secretaria de Educação a Distância (SEAD) – FURG, sem prejuízo da realização das necessárias atividades presenciais de orientação e defesa dos trabalhos de curso, sendo obrigatória a inscrição e atuação do aluno na respectiva plataforma.

Parágrafo único – Na avaliação do pedido de aproveitamento das atividades complementares, a Supervisão poderá decidir pela não aceitação ou pelo cômputo parcial das horas pleiteadas tendo em vista o efetivo grau de correspondência das atividades realizadas em relação ao perfil do egresso, bem como respectivas habilidades e competências preconizadas pelo curso.

 

CAPÍTULO V

DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

 

Art. 14 – O discente poderá recorrer dos atos da Supervisão à Direção da Faculdade, que poderá designar Comissão específica para examinar o recurso, resolvê-lo imediatamente ou encaminhar o caso à análise do Conselho da Unidade, conforme o caso.

 

Art. 15 – As questões omissas no presente Regulamento serão resolvidas pela Supervisão.

           

Art. 16 – Este Regulamento entrará em vigor na data da sua aprovação pelo Conselho da Unidade.