Curso de Relações Internacionais da FURG

Este é o site do Curso de Graduação em Relações Internacionais da Universidade Federal do Rio Grande (FURG). Inaugurado em 2015, conta com a oferta anual de 45 vagas pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), com ingresso sempre no primeiro semestre letivo. O curso é vinculado à Faculdade de Direito (FADIR), estando localizado no município de Santa Vitória do Palmar, Estado do Rio Grande do Sul, Brasil, na divisa com o Uruguai. Esta região é conhecida como Campos Neutrais, denominação dada pelo Tratado de Santo Ildefonso (1777) à faixa de terra que se estende dos banhados do Taim ao Arroio Chuí, cuja posse não poderia ser reclamada por Portugal e Espanha. Trata-se de um local marcado historicamente pela proeminência das relações internacionais. Isto inspirou o lema do curso, “O Sul é o Nosso Norte” (em latim, Australis Nostrum Borealis Est), o que demonstra a intenção de pensar e discutir a ciência das relações internacionais em uma perspectiva diferenciada, que contempla a pluralidade de ideias e a postura crítica.

 

Horários: Quadro de Disciplinas do Curso de RI no Calendário Emergencial

 

 

Notícias e comunicações

      Notícias anteriores...

 

Eventos

     Eventos anteriores...

 

Editais

 

O Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Administração (COEPEA) aprovou o Calendário emergencial para os Cursos de Graduação (Deliberação n. 29Jul2020). O primeiro semestre terá início na Seg. 14 Set. e encerra naSex. 05 Dez. 2020; o segundo semestre inicirá na Seg. 08 Fev. encerrando na Sex. 19 Mai. 2021.

Doravante, as Coordenações dos Cursos de Direito e de Relações Internacionais estarão trablhando na organização do Calendário especial para os Formandos de 2020.

Recomendamos que fiquem em casa e nos colocamos à disposição para quaisquer outras informações pelo Whatsapp Direção FaDir: 53 9 9908 3293.

Rio Grande, 03 de agosto de 2020
Direção da Faculdade de Direito

A Coordenação do Curso de Relações Internacionais convida seus discentes para reunião com os seguintes temas:

a) Apresentação e discussão do retorno das atividades acadêmicas e Calendário Emergencial;
b) Apresentação das novas regras referentes ao Regulamento de Horas Complementares.

Quando? Quinta-feira, 6 de agosto, 14 horas
Onde?  https://rebrand.ly/RI_FURG


Contamos com a partipação de de todos(as).

    Foi publicado recentemente no volume 42 da revista Contexto Internacional, Revista Qualis A1 em Relações Internacionais, com publicações quadrimestrais em inglês , o texto intitulado “The power of ideas: The forúm da Liberdade (1988-2018)”. O texto possui autoria da Profª. Drª. Camila Feix Vidal, coordenadora do grupo de pesquisa “Poder das ideias: A formação de redes de institutos liberais na América Latina” iniciado no ano de 2018 na FURG/SVP, e atualmente Professora de gradução e pós graduação em Relações Internscionais na UFSC. Além disso, o texto conta com a autoria dos pesquisadores Jahde de Almeida Lopez, graduanda do 7º semestre do curso de RI da FURG e Luan Corrêa Brum bacharel em RI pela FURG e atualmente mestrando pelo programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais da Universidade Federal de Uberlândia (PPGRI-UFU), ambos também membros do grupo de pesquisa.

    Sobre o artigo: "Este é um estudo do Fórum da Liberdade (FL), um evento anual organizado pelo think tank brasileiro Instituto de Estudos Empresariais, um parceiro da Rede Atlas. Baseado na teoria crítica, este estudo visa lançar luz sobre o papel desempenhado pela FL na promoção da hegemonia dos EUA no reino das ideias. Com base numa análise de todos os fóruns ao longo de 30 anos desde o início de 1988 até 2018".


    Fonte: VIDAL, Camila; LOPEZ, Jahde. BRUM, Luan. The power of ideas. Revista Contexto Internacional, Rio de Janeiro, vol. 42, nº. 1, Jan/apr, 2020.  Disponível em: https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010285292020000100055&lng=en&nrm=iso&tlng=en

A FURG aprovou na manhã desta quarta-feira, 29, em reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Administração (Coepea), o Calendário Emergencial 2020-2021, disponível abaixo, que estabelece a retomada das atividades de ensino na universidade de forma remota.

Na proposta aprovada por unanimidade ficou estabelecido que no dia 14 de setembro (segunda-feira) inicia o Período Emergencial 2020/1, terminando no dia 5 de dezembro, e prevê período de exames de 7 a 17 de dezembro. O Período Emergencial 2020/2 inicia no dia 8 de fevereiro de 2021 (segunda-feira), termina no dia 19 de maio e prevê exames de 20 a 31 de maio. Foi aprovado ainda o recesso do período emergencial de 1 a 26 de janeiro de 2021. O início do primeiro semestre do ano letivo de 2021 está previsto para o dia 21 de junho do próximo ano. Para chegar ao texto final foram realizadas várias reuniões com o Comitê de Graduação (Comgrad), composto pelas Coordenações de Curso, as direções de Unidades Acadêmicas e Campi e a Aprofurg Seção Sindical para avaliação de projeções de datas e a proposta aprovada hoje de calendário emergencial.

“Estas datas são os principais marcos temporais para a retomada das atividades durante este período. Conjuntamente com o calendário aprovado a Prograd irá orientar e estabelecer o fluxo de eventos acadêmicos e administrativos essenciais ao ordenamento cronológico, a fim de auxiliar unidades acadêmicas e coordenação de curso, para o início do período emergencial“ explica o pró-reitor de Graduação, Renato Dias.

Segundo a reitora da FURG, Cleuza Dias, elaborar um calendário acadêmico neste contexto emergencial não é tarefa fácil. A gestora enalteceu o trabalho feito pelas pró-reitorias de graduação e pós-graduação junto às coordenações de curso e direção das unidades acadêmicas. Este é um calendário emergência e, com certeza, durante todo o processo ainda poderemos ter alterações que se fizerem necessárias, considerando o contexto da pandemia.

Diretrizes para o ensino remoto

Quanto às normas que embasaram a volta das atividades, no dia 10 de julho, o Coepea aprovou por unanimidade as diretrizes gerais para os ensinos de graduação e pós-graduação lato (especializações/residências) e stricto sensu (mestrados/doutorados). Os documentos trazem um conjunto de regramentos acadêmicos, em caráter emergencial, para o atual momento sanitário.

As novas diretrizes possibilitam, conforme explica a reitora, a continuidade das atividades de ensino dos cursos de graduação e pós-graduação, em caráter emergencial, mediadas pelas tecnologias de informação e com uso de metodologias ativas. As deliberações também preveem, quando for possível, a retomada das atividades presenciais, de acordo com as atualizações do Plano de Contingenciamento da FURG e as orientações das autoridades de saúde. “As normativas acadêmicas organizam a vida do estudante, asseguram seus direitos e deveres e dão conta deste período emergencial. A flexibilização dessas diretrizes nos ampara neste momento de pandemia e também para quando retomarmos algumas atividades presenciais” esclarece.

Para o pró-reitor de Graduação, as novas diretrizes acadêmicas têm como característica a provisoriedade, para o período de emergência devido à Covid-19. “Dentro desse contexto, faremos ações acadêmicas na graduação que deem conta desse momento, com todo cuidado e zelo, para que o estudante continue tendo um vínculo com a universidade de modo mais flexibilizado”, comenta.

A flexibilização, outro eixo transversal das deliberações aprovadas pelo Coepea, garante às unidades acadêmicas, às coordenações de curso e aos núcleos docentes estruturantes, em conjunto com os professores e estudantes, a proposição de atividades pedagógicas que sejam compatíveis com o distanciamento social, levando em consideração os dados obtidos pelas consultas à comunidade universitária.

Pesquisa

O processo de retomada das aulas na FURG vem sendo analisado de forma consciente e preocupada com a realidade de sua comunidade acadêmica. No início de junho, docentes e estudantes foram convidados a responder a uma pesquisa para que se pudesse compreender o impacto da pandemia em suas vidas e suas condições de estudo e produção no período. O trabalho foi conduzido por um grupo de trabalho da Comissão de Graduação e coordenado pela Diretoria de Avaliação e Desenvolvimento da Graduação (DIADG), da Prograd e teve contribuições do Diretório Central dos Estudantes (DCE) e dos sindicatos dos docentes (Aprofurg) e técnicos (Aptafurg). A participação superou 80% em ambos os grupos e permitiu vislumbrar um “raio-x” da situação, que embasou as medidas tomadas pela universidade no período emergencial.

Entre os estudantes, 68,24% apontaram que ou integram o grupo de risco, ou convivem com pessoas em situação de risco para a Covid-19. Os docentes manifestaram dado quase idêntico: 68,7%.Mais de 70% dos alunos indicaram que, num provável retorno às aulas, fariam uso de transporte público para se deslocarem aos campi da universidade. Essas duas questões foram importantes para a percepção de que um retorno presencial, neste momento, não seria possível.

A pesquisa perguntou sobre o acesso e condições de uso de tecnologias digitais. Há diferenças expressivas entre os cursos da universidade, mas quase 90% dos estudantes (89,31%) apontou ter acesso à internet banda larga. Os participantes da pesquisa também foram questionados quanto aos dispositivos que possuem. Foram 93,77% os que apontaram ter smartphone de uso individual, 56,38% notebook pessoal, 21,7% com acesso a notebook com uso compartilhado, 13% a computador de mesa de uso individual e 7% a tablet de uso individual. Na avaliação da pesquisa, o grupo de trabalho definiu que o acesso ideal para ensino remoto é computador – desktop ou notebook – de uso pessoal. E aí o indicador do questionário é 63,49%, o que foi analisado como desfavorável, por ser um percentual abaixo do desejado.Por isso, a Pró-reitoria de Assistência Estudantil (Prae) lançou dois editais de auxílio à inclusão digital para tentar ampliar o acesso.

Entre as professoras e professores que responderam à pesquisa, 97,8% disseram ter banda larga residencial. Mais de 80% já utilizam – eventualmente ou com frequência – tecnologias digitais nas práticas pedagógicas e 64,3% consideram que não teriam dificuldades para realizar atividades acadêmicas pela internet. O e-mail (92,8%) e a plataforma Moodle (71,9%) foram as ferramentas mais apontados pelos docentes para que sejam as utilizadas em práticas pedagógicas.

A dificuldade mais apontada pelos professores para uma retomada de atividades durante a pandemia foi com avaliações não presenciais (50,8%), seguida de falta de habilidade no uso de tecnologias de informação e comunicação (40%) e dificuldade para planejamento e organização de material didático para as atividades não presenciais (38,4%). Mais de 90% indicaram ser necessária a oferta de cursos de formação docente pela universidade para uso pedagógico de tecnologias digitais, indicador que pautou a oferta do percurso do AVA Formação.

 

Fonte: https://www.furg.br/noticias/noticias-institucional/furg-reinicia-as-atividades-de-ensino-para-periodo-emergencial-de-forma-remota

 

Venha assistir à Aula Magna do curso de Pós-Graduação em História da FURG.

Saiba mais: https://ppghistoria.furg.br/23-noticias/160-aula-magna-do-ppgh-dia-20-08-as-19h

O link estará disponível no horário da palestra: http://rebrand.ly/ppghfurg

Na próxima Qua. 29 Jul. 2020 o Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Administração (COEPEA) estará reunido para deliberar sobre o Calendário emergencial dos Cursos de Graduação. A proposta inicial fixa o primeiro semestre entre 14 Set. e 05 Dez.; sendo que o segundo semestre ficaria entre 08 Fev. e 19 Mai. 2021. Importante lembrar que a Deliberação n. 23 COEPEA (artigo 15) prevê que as Coordenações de Curso, conjuntamente com o NDE, e em comum acordo com os professores e estudantes envolvidos, possam organizar um calendário especial para os formandos com o objetivo de evitar-lhes maiores prejuízos, notadamente na área da saúde (Medicina, Enfermagem e Psicologia).

Recomendamos que fiquem em casa e nos colocamos à disposição para quaisquer outras informações pelo Whatsapp Direção FaDir: 53 9 9908 3293.

 

Rio Grande, 27 de julho de 2020

Direção da Faculdade de Direito

Dia 28/07, às 19h! 
 
O Migraidh convida para a Live de Lançamento do livro "Migrações Internacionais: Experiências e Desafios para a Proteção e Promoção de Direitos Humanos no Brasil", publicado pela Editora da UFSM, com a participação das autoras e autores. A obra, organizada pela professora Giuliana Redin, reúne 11 capítulos, escritos por autoras e autores de diversas áreas do conhecimento, que trazem as experiências do Migraidh e contribuições científicas no campo das migrações internacionais. O diálogo crítico apresentado no livro, que tem como centro o debate sobre os processos estruturais de exclusão na dinâmica do Estado e da sociedade, busca fortalecer os direitos humanos e as políticas públicas para migrantes e refugiados, e, nessa esteira, a própria democracia. O livro está disponível em e-book para download gratuito.
 
Acesse aqui: https://editoraufsm.com.br/migracoes-internacionais-512.html Nosso agradecimento à Editora da UFSM que tornou possível a difusão gratuita da obra e do conhecimento produzido nela. Aqui registramos o reconhecimento da importância da universidade pública para o avanço da ciência e democratização do seu acesso para o desenvolvimento de toda a sociedade!
 
A Live pode ser acessada pelo canal do Migraidh no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=XFDjHDqyFsY
 
 
O ILEA convida todos e todas para a mesa "Mudanças Climáticas e Antártida", com o professor Jefferson Simões, professor titular de Glaciologia e Geografia Polar da UFRGS, membro titular da Academia Brasileira de Ciências e Comendador da Ordem Nacional do Mérito Científico, é o pioneiro da ciência glaciológica no Brasil e atualmente é Vice-Presidente do Scientific Committee on Antarctic Research/Conselho Internacional de Ciências (SCAR/ISC).
 
A atividade ocorrerá no dia 30 de julho, às 15h, no link: https://mconf.ufrgs.br/webconf/00233089
 
Participe!

 

O Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Administração (COEPEA) aprovou (10Jul2020) a Deliberação 23 Graduação; e a Deliberação 25 Pós-Graduação com a diretrizes para retomada não presencial das atividades acadêmicas.

O Calendário emergencial da Graduação está inicialmente previsto para submissão ao COEPEA na Sex. 31 Jul. 2020, com a proposta para que o primeiro semestre inicie na Seg. 14 Set. e termine na Sex. 18 Dez. de 2020; a proposta para o segundo semestre continua em discussão. De imediato, as Coordenações de Curso estarão reabrindo o Sistemas/FURG para a revisão dos Planos de Ensino do primeiro semestre de 2020 para inclusão das atividades e sistema de avaliação não presenciais.

A Câmara do PPGD aprovou o Calendário do Mestrado em Direito e Justiça Social para o ano de 2020 que está disponível na nova página do Curso, Menu Ciclo letivo (https://ppgdjs.furg.br/ciclo-letivo)

Continuamos trabalhando para viabilizar a contratação de uma biblioteca jurídica digital, conjuntamente com uma biblioteca européia para a pós-graduação. Esperamos que possamos liberar o acesso em breve.

Recomendamos que fiquem em casa e nos colocamos à disposição para quaisquer outras informações pelo Whatsapp Direção FaDir: 53 9 9908 3293.

Rio Grande, 20 de julho de 2020
Direção da Faculdade de Direito

Segue abaixo a norma deliberada pelo COEPEA para o ensino de graduação durante o período emergencial. Acesse e tome e conhecimento das normas!

 

DELIBERAÇÃO Nº 023/2020 de 10 de junho de 2020

 

Informe 07 FaDir Covid19 de 13Jul2020

 

O Conselho de Ensino, Pesquisa, Extensão e Administração (COEPEA) aprovou (10Jul2020) as Deliberações para a retomada não presencial das atividades acadêmicas. O tema do Calendário emergencial para o ano de 2020 ficou para uma próxima reunião, que poderá ocorrer antes do final do mês de julho.

A Propesp em conjunto com as coordenações de Curso, reorganizou o calendário letivo da Pós-Graduação para o ano de 2020: Primeiro semestre, de 04Ago. até 16Out.; Segundo semestre, de 03Nov. até 30Jan. 2021.

Aproveitamos para destacar os esforços da Biblioteca da FURG para disponibilizar periódicos e obras no espaço virtual Bases de Dados ARGO: https://argo.furg.br.

Recomendamos que fiquem em casa e nos colocamos à disposição para quaisquer outras informações pelo Whatsapp Direção FaDir: 53 9 9908 3293.

Rio Grande, 13 de julho de 2020

Direção da Faculdade de Direito